sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Pelo mesmo motivo... que (ESPERO)





Hoje daria uma parte da minha Vida
Pra te encontrar...
Dias que peço colo, socorro
Me sufoco sozinho
Tiro meu sangue

Tem horas que olho no espelho
e não me estranho mais...

Babe, você já tinha que ter chego
Para cada café ansioso
Pra te encontrar...
Dias que corro de mais
Tempos que fumo para mais

Tem horas que olho no espelho
e não me estranho mais...

Fredericco Baggio

------------------------------------------------------------------------------------------------

PS: Existem coisas... que escrevi... que faz o mesmo sentido... que é pelo mesmo motivo... que espero.
Segue: 

É quando me transbordo de felicidade... preciso de ti, para me enxugar.

Fredericco Baggio

-----------------------------------------------------------------------------------------------
Quero mergulhas em teus olhos...
sentir o teu cheiro...
abraçado ao meu corpo. 
E se não quiser dizer nada
Por favor, não diga.
E se acaso... neste momento
Meus olhos se encherem de lágrimas...
Não se assuste...
Provavelmente estarei acessando
a tua alma, o teu corpo, o teu espírito.
E é nessa emoção
que te peço a permissão
Que quero viver.

Fredericco Baggio

4 comentários:

viviane disse...

Nossa cara...que lindo o que escreve!
Realmente toca no fundo como um Kafka melhorado após um banho de loja terapêutica.

Legal...me add no msn, gostaria de tê-lo como um amigo: lprodrigues2006@hotmail.com

Abraço.

Luca.

Tiago jucá disse...

palavras profundas para um sentimento verdadeiro.
é inevitável após a leitura dos seus textos uma parada de um minuto de reflexão.

Duda disse...

Que lindo! Quanto sentimento...
Fiquei tocado...

Beijos

Duda

Anônimo disse...

adoro frasistas!
vc é um! (e o blog-scrap do Fredy ja confirmava isso)

bjãozão
com Amor