sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Voltem aos montes




Escrever é ser preso a cada pedra-palavra atirada, 
num amontoado que nos distancia do chão. 
Voar (e ter asas) é a mais banal ilusão humana. 
Então eu me aninho nesses amontoados, 
pássaro perdido, em por-de-sois as sós, 
onde novamente não voo. 
E eu atiro mais pedras fingindo ser pássaros. 
Sejam pássaros. 
E voltem. 
Por favor. 
Voltem.


Fredericco Baggio e Enzo Potel
(mesmo que Enzo Potel negue... a distancia e conectados... fizemos)


3 comentários:

Vâmvú disse...

Lindo esse texto.
Adoro essa idéia desse amontoado de pedras-palavras que nos distancia do chão. Linda metáfora.

Sejam pássaros, voem... e voltem.


Obs: Bom... juntando vc e o Enzo só podia sair essa maravilha de texto mesmo...

=)

Enzo Potel disse...

kkkkkkkkkkkk

tossan disse...

Muito bom! Abraço